Angra dos Reis

Angra nega que houve negligência em morte de mulher em posto de saúde



Por Tribuna

A prefeitura de Angra dos Reis negou que houve negligência na morte de uma mulher de 35 anos no SPA (Serviço de Pronto Atendimento) do Centro da cidade.

Segundo familiares da mulher, houve demora no atendimento médico na unidade. O caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (25). A mulher foi identificado como Joyce Teodoro.

A Secretaria de Saúde informa que uma paciente deu entrada no SPA Centro, nesta segunda-feira (25), às 8h24, se queixando de sintomas respiratórios agudos que vinha sofrendo desde o dia anterior.

— Foi prontamente atendida por médicos que estavam atendendo naquela unidade e encaminhada para a avaliação médica. Às 8h35 o atendimento médico e as medicações prescritas já haviam sido realizados.

Após ser medicada a paciente foi encaminhada para observação clínica e exames complementares foram solicitados.

Ainda em observação clínica, a mesma evolui para parada cardiorrespiratória às 10h40, com desfecho para óbito às 11h10, após manobras de reanimação cardiopulmonar — disse a nota da secretaria.

A Secretaria de Saúde lamenta o ocorrido e tem se empenhado a cada dia para a “prestação de um serviço resolutivo e de qualidade para os munícipes e visitantes, com o compromisso de continuar sempre evoluindo em busca de um atendimento de excelência”, finaliza.


1 Comentários

    • Nilva Tavares Barra 08:02

      O nome dela é joyce Barra Tenório e a saúde em Angra precisa melhorar muito ainda.Desnecessário a prefeitura perder tempo emitindo essa nota,serviu apenas para toda população de Angra rir…tds sabem como funciona a saude nessa cidade imunda.

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!