Educação

Professores podem deflagrar greve contra abertura de escolas estaduais




Diante dos últimos desdobramentos da pandemia do novo coronavírus em solo fluminense e o anúncio dos governos estadual do Rio de reabertura das escolas, o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) convocou a categoria para assembleias no dia 1º de agosto (estadual).

Na plenária, que será realizada virtualmente, os professores vão decidir sobre uma possível greve. A assembleia on-line da rede começará às 9h30.

Segundo o Sepe, na plenária, “os profissionais de educação irão debater a possibilidade de deflagração de uma greve em virtude do governo decidir reabrir as escolas do estado em plena pandemia, sem levar em consideração as recomendações da comunidade científica”.

“Num momento em que a importância da preservação das vidas se torna essencial, o sindicato, fazendo uso de uma deliberação tomadas anteriormente pelos profissionais das duas redes, não irá permitir que o governo Witzel coloquem em risco a saúde da categoria e dos nossos alunos por meio de uma precipitada reabertura das unidades escolares”, declarou a entidade, por meio de nota.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!
close