Internacional

TikTok suspende transmissões e novas postagens na Rússia




A rede social Tik Tok suspendeu as transmissões e novas postagens na Rússia como uma resposta a uma lei do país que prevê até 15 anos de prisão para quem publicar o que for considerado fake news. Em comunicado, a rede social afirmou que sua maior prioridade é a segurança de funcionários e usuários.

A rede social disse que não tem escolha a não ser suspender os recursos enquanto analisa as implicações de segurança da nova lei. “Continuaremos a avaliar a evolução das circunstâncias na Rússia para determinar quando poderemos retomar totalmente nossos serviços com a segurança como nossa principal prioridade”, afirmou a plataforma.

NOVA LEI

O parlamento da Rússia aprovou, nesta sexta-feira (4), uma lei que pune com prisão quem espalhar informações falsas sobre as forças armadas do país.

Oficiais russos dizem que o país sofre o que eles chamam de guerra de informação sobre o conflito na Ucrânia.

Eles alegam que fake news estão sendo espalhadas pelos inimigos da Rússia, como os Estados Unidos e seus aliados, numa tentativa de semear a discórdia e dividir seu povo.

“Se as fake news levarem a consequências sérias, a prisão poderá ser de até 15 anos”, declarou em nota o parlamento russo, que é conhecido como Duma.

A lei permite que o governo russo atue de forme mais agressiva contra declarações que descreditam as forças armadas.

Bloqueio de agências de notícias

Essa aprovação da lei acontece ao mesmo tempo em que a agência de comunicação da Rússia restringe o acesso a sites de várias organizações de notícias estrangeiras, incluindo a BBC e a Deutsche Welle. O motivo é a divulgação do que a Rússia classifica como informações falsas em reportagens sobre a Guerra na Ucrânia.

A Rússia reclama repetidamente que as organizações de mídia ocidentais oferecem uma visão parcial — e muitas vezes anti-russa — do mundo, enquanto não responsabilizam seus próprios líderes por guerras estrangeiras devastadoras, como Iraque, e pela corrupção.

O órgão regulador disse nesta sexta-feira que bloqueou BBC, Voice of America, Radio Free Europe/Radio Liberty, Deutsche Welle e outros meios de comunicação, informou a agência de notícias Interfax.

BBC suspende operação na Rússia

A BBC informou nesta sexta-feira (4) que suspendeu temporariamente suas operações na Rússia por conta de uma nova lei que prevê até 15 anos de prisão para quem publicar o que for considerado uma notícia falsa sobre militares russos.

“Nossos jornalistas na Ucrânia e ao redor do mundo continuarão a reportar sobre a invasão à Ucrânia”, disse o diretor-geral da BBC, Tim Davie. O veículo declarou que seu conteúdo em russo será mantido para quem está fora do país.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!
close