Destaque 1 Volta Redonda

Atrasos de ônibus da Sul Fluminense voltam acontecer nesta sexta



Por Tribuna 

Os usuários do transporte coletivos voltaram a sofrer com os atrasos dos ônibus da viação Sul Fluminense, em Volta Redonda. Passageiros dos bairros Retiro, Santa Cruz e Siderlândia.

— Os horários de 5h15 e 5h30 não passaram. Vieram três ônibus seguidos bem atrasados — disse Fernando de Souza, de 37 anos, morador do bairro Santa Cruz, que trabalha no Aterrado.

Amanda Gabriela de Oliveira, 19 anos, também chegou atrasada em seu trabalho: “Estou um hora atrasada por conta do atraso da Sul Fluminense”.

A empresa confirmou a demissão de 250 funcionários. A viação também lançou o PDV (Programa de Demissão Voluntária). Segundo a empresa, que está sob intervenção, as dispensas é “questão de sobrevivência da empresa”.

SUSPENSÃO DO CHAMAMENTO PÚBLICO 

Em uma decisão do juiz da 4° Vara Civel de Volta Redonda, Roberto Henrique dos Reis, foi suspenso chamamento público para contratação emergencial de uma empresa para substituir a viação Sul Fluminense no transporte coletivo de 29 linhas da cidade. O recebimento de propostas para o chamamento público seria nesta sexta-feira, dia 6 de dezembro.

A ação foi movida pela viação Santa Edwiges, de Barra do Piraí. A empresa é a mesma que entrou na justiça, também na 4° Vara Civel, para impedir a licitação definitiva das linhas. O juiz Roberto Henrique Reis também acatou os argumentos na época e a decisão, posteriormente, foi revertida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio (segunda instância).

O prefeito Samuca Silva destacou que a Procuradoria Geral do Município já está tomando as medidas cabíveis para recorrer da decisão.

“Vamos recorrer para garantir o direito da população em ter um transporte de qualidade. Quem anda de ônibus em Volta Redonda sabe da má qualidade do serviço prestado. Estou do lado da população que mais precisa. Vemos todos dias pessoas perdendo horário no trabalho, consultas ou em veículos superlotados e com má qualidade. É isso que queremos mudar”, comentou o prefeito.

Samuca destacou que a contratação emergencial tinha um prazo de 180 dias para atuação da empresa. Isso porque o objetivo é realizar a licitação definitiva das 29 linhas operadas pela Sul Fluminense.

“O Edital da licitação definitiva ainda segue em análise no Tribunal de Contas do Estado, que fez algumas recomendações. Estamos realizando essas mudanças para fazer a primeira licitação de transporte coletivo da cidade. Um marco para Volta Redonda. Enquanto isso não acontece, estamos buscando realizar um contrato emergencial para que a população não sofra mais”, completou.


11 Comentários

    • Leitor 08:02

      Mais um capítulo desta novela.
      Enquanto isso nós estamos pagando!
      Devendo hora e descontos por atraso.
      Tá difícil!

      • Renato 17:03

        A linha 410 Mariana Torres foi instinta ,para ser substituída pela 455 fazendinha , antes tínhamos 5 a 6 onibus no bairro e agora temos 2 a 3 um absurdo,não temos culpa da má administração dos herdeiros da empresa,precisamos das autoridades a favor da população.

    • Luiz 08:08

      A Cidade do Aço que faz a linha 180 Roma 2, também tá uma bagunça igual ou pior que a Sul Fluminense. Não cumpre os horários ônibus velho que estão sempre quebrando. Não respeitam o trajeto da linha. Uma verdadeira zona. Devido não ter fiscalização.

    • Camila 08:23

      Ontem fiquei 1 hora e meia no retiro esperando um ônibus passar pra voltar pra barra mansa e quando passou um, veio lotado e passou direto.

    • Camila 08:24

      Está ficando insuportável essa situação de atrasos.

    • Almneto 08:25

      Será que só a viação sul fluminense atrasa seus horários?

    • MAGOO 10:46

      Manda este juiz comprado ir para a casa do cliente..
      Eu perco o horário do meu serviço, porquê um comprado não deixa a prefeitura agir!!!

    • Rita Cristina Gomes maia 12:43

      O povo tem que ir pra rua fazer barulho,se não isso vai continuar.

    • Roberto 15:23

      Esse prefeito tenque ver sao as ruas cheio de buraco escolas caindo hospital que nao tem medico agora que se preocupar com sul fluminense coloca esses onibus eletrico pra fazer as linhas ai

    • Sebastião 00:36

      Esse juiz está de brincadeira com a população de Volta Redonda. Ele não anda de ônibus. O trabalhador que perder o emprego por causa dos atrasos dos ônibus devem entrar na justiça para esses juiz arca com as despesas

    • Dulce Freitas 14:27

      Nois da vila Elmira também pedimos socorro e muito tempo parada em pé no ponto moro na vila Elmira e trabalho no aterrado as vezes pegamos Uber isso e um absurdo se não quiser pegar cajueiro ou ponte alta e andar o resto do caminho a pé AFF e um desrespeito

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!