Volta Redonda

Covid-19: Idosos de 89 anos começam a ser vacinados em Volta Redonda





A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta segunda-feira, dia 22, a vacinação contra a Covid-19 em idosos de 89 anos de idade completos. A aplicação da primeira dose em idosos acima dessa faixa etária continua no município, inclusive dos acamados, que estão sendo vacinados em domicílio.

Volta Redonda recebeu, nesta segunda-feira, 300 novas doses da CoronaVac para ajudar na vacinação dos idosos nesse momento. Lembrando que são necessárias duas doses dessa vacina para a imunização completa. Após a segunda dose, há um prazo de 15 dias para que a pessoa seja considerada imunizada.

De acordo com a Secretaria, todas as 46 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e da Família (UBSF) estão aplicando a vacina nesses idosos, previamente agendados através do site ou na própria unidade de referência. Além disso, qualquer pessoa com mais de 89 anos, mesmo sem nenhum tipo de agendamento, pode procurar as unidades. Para ser vacinada, nestes casos, basta apresentar CPF e cartão de vacinação. A aplicação da dose ocorre de 09h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Na UBS do bairro Jardim Paraíba, a idosa Maria Helena Medina de Mendonça, de 89 anos, recebeu a primeira dose da vacina. Ela expressou sua felicidade com “um sorriso nos olhos”. A idosa estava acompanhada da filha e da neta, que disseram estar um pouco mais aliviadas com a vacinação. “Estou muito feliz em ser vacinada, estou em isolamento social desde o início da quarentena, já vai fazer um ano. Em casa passo o tempo assistindo televisão”, comentou Maria.

Outra idosa que recebeu a vacina foi Aldina Portela da Silva, também de 89 anos, que destacou a importância da vacinação. “A vacina é muito importante, é fundamental nesse momento para todos os idosos. Se vacinando eu cuido de mim e das outras pessoas”, disse, acrescentando que está em isolamento em casa e nesse período de pandemia está colocando a leitura em dia e fazendo trabalhos manuais.

O aposentado Agostinho Cantanessa, de 89 anos, foi outro vacinado na UBS do bairro Jardim Paraíba. Ele comentou que a família insistiu para ele ir se vacinar. “Teria que ser uma vacina em dose única, em minha opinião”, disse o idoso.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!