Destaque 1 Volta Redonda

Em 24 horas, Volta Redonda teve apenas dois casos confirmados



Por Tribuna

Em live em Volta Redonda, o prefeito Samuca Silva atualizou os dados sobre o novo coronavírus na tarde desta quarta-feira (3). São eles: 3.050 notificamos, 910 confirmados, 873 curados e 36 mortes confirmados. “O vírus está sob controle na cidade. De ontem para hoje, só foram dois casos”, disse Samuca Silva.

Samuca Silva divulgou ainda que o Hospital de Campanha será um centro de triagem do Covid.

Ele fechou um acordo com o Ministério Público para que o comércio de Volta Redonda possa funcionar a partir das 12 horas do dia 10 de junho.

Outra proposta foi de passar de 2 para 3 dias o cálculo do percentual dos casos suspeitos para fechar ou abrir as lojas. “Foram várias vitórias que nós conseguimos”, disse ele.

Samuca anunciou que se o controle da Covid-19 continuar nos atuais níveis, a partir de 1 de agosto, a vida voltará ao normal em Volta Redonda.

Para os feirantes, Samuca anunciou que as barracas de alimentos serão consideradas essenciais. E, com algumas regras, as outras barracas poderão voltar no dia 10 de junho.

— Os feirantes de itens não alimentícios vão voltar em local diferente, mas no mesmo bairro para evitar aglomerações — disse o prefeito.

Quanto às igrejas, templos e clubes, vai depender do governador Wilson Witzel. “Vamos cumprir as determinações do governador a respeito das igrejas e templos”, justificou.

Em relação aos bares e restaurantes, o acordo prevê o funcionamento de 30%. A novidade é que os empresários vão escolher o melhor horário para funcionamento. “Mas sem aglomerações e com rigor na fiscalização”, disse ele.

REPORTAGEM EM ATUALIZAÇÃO.


1 Comentários

    • Do contra 12:19

      Moro no bairro Santo Agostinho, ninguém tá respeitando principalmente os bares, ontem mesmo passei em frente um bar e estava lotado de gente todos sem máscara

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!