Cidades

Jovem recebe proposta de emprego e é encontrada morta




Uma jovem de 22 anos, identificada como Vitória Lima Martins, foi encontrada morta, com os pulsos cortados, na madrugada desta terça-feira (28) dentro de uma casa em Inhoaíba, na Zona Oeste do Rio. Fabiano Martins, de 25 anos, irmão da vítima, acusa Rodrigo da Silva Nascimento, um rapaz que teria oferecido uma proposta de emprego à vítima, de ser o assassino. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Civil.

“Minha irmã começou a andar com ele há pouco tempo. A companheira dela descobriu e falou para ela deixá-lo de lado pois não parecia ser de boa índole. No dia do ocorrido, a Vitória saiu de casa falando que ia assinar uns papéis na casa dele [Rodrigo] e só. Nós não o conhecíamos”, disse Fabiano.

De acordo com Fabiano, no domingo passado (26), dois dias antes do assassinato, Rodrigo ligou para a namorada da irmã e falou: ‘Aproveita hoje a Vitória porque terça-feira vai ser a última vez que você vai vê-la'”, disse. Fabiano afirma ainda que a irmã ficou sabendo da ameaça mas levou na brincadeira.

Além disso, o jovem ressalta que a irmã do suspeito teria afirmado que Vitória e Rodrigo estavam tendo um caso há pelo menos um ano. “Eu acho muito difícil ela estar com ele. A Vitória contava tudo para minha mãe e ela nunca ouviu falar nesse rapaz”, afirmou.

Fabiano disse que recebeu uma ligação de um parente informando sobre o caso e quando foi até o local, viu o corpo da irmã de longe.

“Minha irmã estava morta, com os pulsos cortados. No laudo diz que ela também teve traumatismo craniano. Ou seja, ele bateu a cabeça dela em algum lugar. O Rodrigo também estava com cortes, mas superficiais. Ele alegou que ela [Vitória] teria tentado matar ele e logo depois tentado se matar”, comentou.

Procurada, a Polícia Militar informou que Rodrigo foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Rocha Faria. A área do crime foi isolada e a perícia acionada.

O corpo de Vitória está no Instituto Médico Legal (IML) do Centro do Rio. Ainda não há informações sobre a data e local do enterro. A Polícia Civil disse que o caso foi registrado na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e que diligências estão em andamento para esclarecer todos os fatos.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!