Destaque 1 Volta Redonda

Pastor pressiona para abertura de igreja, Samuca não cede e lamenta


Por Tribuna

Durante um culto on-line da igreja Assembleia Deus de Madureira, na semana passada, o pastor presidente Rinaldo Dias teceu críticas ao prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. No argumento, o líder religioso questiona o por que que bares poderiam ser abertos e igrejas não.

Pela primeira vez, Samuca Silva se manifestou sobre as declarações que também circulam nas redes sociais. O chefe do Executivo da cidade classificou um declaração “infeliz” do líder religioso.

— Ele (pastor da igreja) é advogado e deveria saber (que há uma decisão da justiça). Temos uma sentença judicial. Pode achar ruim, mas nós temos que respeitar as decisões judiciais. Mais do que isso: é preservar a vida — disse o prefeito, em entrevista ao jornalista Carlos Alberto Albertassi, da Radio 88, na manhã desta quinta-feira (21).

Dando a entender que a postura do pastor seria um ato isolado, Samuca Silva agradeceu as igrejas:

— Eu tenho agradecido a todas as igrejas e ao comércio também. Eles entenderam que a situação é caótica. As igrejas, por exemplo, se tivessem abertas teríamos um aumento muito de casos — disse, que prosseguiu:

“Foi infeliz a declaração de uma pessoa que deveria, junto com o prefeito, achar o caminho para que nós passarmos e vencermos essa luta contra o coronavírus”, disse.

Samuca lembrou que no dia 10 de junho já está previsto a flexibilização das igrejas, “desde de que o grupo de risco fique em casa. Não será permitida a entrada de pessoas do grupo de risco”, disse ele, que finalizou:

“Espero que todos os líderes religiosos permaneçam (as suas igrejas) fechadas e, principalmente, na luta em salvar vidas”.

3 Comentários

    • Capeta da grota do Santa cruz 12:59

      Pressa em arrecadar dinheiro e contaminar os fiéis . Fala sério !!! Samuca Silva de parabéns

    • Zé Túlio 18:01

      Parabéns Samuca. Em pleno séc. XXI ver a comercialização desenfreada da fé é um absurdo. Seja a religião que for, não há motivo algum das pessoas irem rezar todos os dias in loco. Esses pastores estão é com saudades da politicagem, dinheiro e poder sobre os outros. Agora estão com medo, pois os fiéis estão descobrindo a liberdade de fazerem suas orações em casa.

    • Pamela 19:59

      Tudo dominado por advogados, treinam a oratória e depois é só recolher o gado.

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!