Cidades

Poltrona encontrada no mar pode ser de avião desaparecido




A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou, ainda na manhã desta quinta-feira (25), destroços que podem ser do avião que desapareceu entre o litoral de Ubatuba (SP) e Paraty, na noite da quarta-feira (24), quando voava de Campinas para o aeroporto de Jacarepaguá, na cidade do Rio de Janeiro.

Imagens compartilhadas em uma rede social mostram uma poltrona boiando no mar, que pode ser do bimotor desaparecido. Pouco após a publicação desta nota, a FAB também confirmou que um corpo foi encontrado na mesma área, mas não havia sido identificado.

“A Força Aérea Brasileira (FAB) lamenta informar que as equipes de resgate a bordo do helicóptero H-36 Caracal do 3°/8° GAV, unidade da FAB sediada na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), localizaram o corpo de uma vítima não identificada na área de busca, provavelmente do acidente envolvendo a aeronave de prefixo PP-WRS, que se encontrava desaparecida no litoral do estado do Rio de Janeiro”, informou a FAB, em nota. No comunicado, a instituição “se solidariza com a família da vítima” e informa que permanece “engajada com o helicóptero e o Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico de Curitiba nas operações de buscas aéreas no local do acidente”.

A aeronave bimotor levava três pessoas. Além do piloto, estavam no avião o copiloto e um passageiro. As equipes de socorro foram acionadas por volta das 23h45min para atender a ocorrência. A ação de resgate ainda não terminou e tem o apoio da Marinha, da Capitania dos Portos e de Bombeiros de São Paulo.

A família do copiloto e dono da aeronave, identificado como José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, chegou a Paraty pela manhã e alugou um barco para também realizar buscas. O local exato da queda ainda é desconhecido.

O avião não tinha autorização para fazer táxi aéreo, segundo o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro). O veículo é do modelo PA-34-220T. Apesar da autorização para táxi aéreo negada, o registro aponta que a aeronave está liberada para fazer voos noturnos privados e tem documentação regular. (Foto: Reprodução)


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!