Polícia

Preso PM suspeito de matar menina de cinco anos em Niterói



 


Um cabo da Polícia Militar foi preso em flagrante, suspeito de ter disparado o tiro que matou a menina Ana Clara Machado, de 5 anos, na terça-feira (2), em Niterói. O policial será encaminhado para o Batalhão Especial Prisional (BEP), também em Niterói.

A criança foi baleada em frente de casa. Segundo policiais militares, teria havido uma troca de tiros com criminosos. A morte da menina provocou protestos da comunidade de Monon Pequeno, em Pendotiba.

A prisão foi pela pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Segundo o delegado Bruno Cleuder, “houve a comprovação de contradições nas declarações dos policiais militares”. As armas de todos os policiais envolvidos no confronto foram apreendidas para confronto balístico.

Ana Clara brincava com o irmão, quando foi atingida. A Polícia Militar informou que os agentes teriam sido surpreendidos por cinco bandidos, que, segundo relatos da equipe, abriram fogo. Houve revide e o confronto se estendeu ao interior da comunidade.

A mãe da menina, Cristiane da Silva, acusou a PM de ser a responsável pela tragédia. Ela afirmou que ouviu um policial falar para outro “você fez besteira”, referindo-se aos dois disparos que atingiram a criança.

“Eles (os PMs) subiram e viram dois meninos sentados, mexendo num celular. Os policiais atiraram. Um dos meninos se rendeu, mas um PM continuou dando tiros. De lá, conseguiu acertar minha filha. O menino continuou falando ‘sou morador, sou morador’. Eu corri para ver minha filha, que estava no chão.

”Ele (o policial) foi falar com o menino, e um policial falou para o outro “você fez besteira, você fez besteira” — disse Cristiane ao RJ TV 2, da Rede Globo. “Eu gritava para ele socorrer minha filha, que estava com um osso exposto. Fiquei gritando ‘salva minha filha’, e ele pegou a Ana Clara de qualquer jeito; botamos dentro da viatura. Eu falei ‘vocês mataram a minha filha, acabaram com a minha vida’. Mataram uma criança de 5 anos”, disse a mãe, finalizando que a filha se despediu dela.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!