Colunas Estilo de Vida - Moda

Quem está na torcida?


Por Vanessa Moraes

Essa semana me deparei com um assunto que me surpreendeu bastante e de forma positiva, o futebol feminino. Eu não estava acompanhado jornais ou assistindo aos jogos, na verdade eu nem sabia que estava ocorrendo a copa de futebol feminino. Tomei conhecimento dos jogos através decolegas do trabalho em conversas informais e depois procurei conversar com meu marido sobre o que ele pensava a respeito do assunto e tudo que escutei me deixou muito feliz.

Primeiramente fique sabendo que muitas empresas estão adotando a mesma postura em relação aos jogos masculinos, liberando seus empregados para assistir aos jogos em casa ou em telões nas próprias empresas. Mas foi por isso que eu fiquei feliz? Diretamente não, eu fiquei feliz pois as mulheres estão demonstrando uma capacidade técnica tão boa quanto a dos homens no futebol e isso está repercutindo tão bem entre os homens que elas estão conseguindo despertar um interesse e uma paixão tão forte quanto a que possuímos pelo futebol masculino no Brasil.

Até agora estou surpresa com a reação masculina, a sugestão para que o próximo tema da coluna fosse este, surgiu de um amigo e muitos dos dados aqui expostos surgiram de conversas com homens, eu simplesmente sentei e organizei as ideias.

Dentre as empresas que liberaram seus empregados para assistir aos jogos estão a Maria Filó e O Boticário, duas grandes marcas altamente femininas e adoradas por mulheres no Brasil inteiro. A Prefeitura de Volta Redonda também participou deste incentivo e liberou seu efetivo durante os jogos.

Toda esta repercussão pode ter iniciado após acampeã mundial, Marta, aderir ao movimento Go equal, que briga por igualdade de gênero. Ela se recusou a renovar seu contrato com um patrocinador, o valor oferecido era inferior se comparado aos valores pagos para jogadores de futebol masculino. Assim, Marta têm utilizado uma chuteira sem patrocínio, somente com a logo do movimento.



Refletindo em formas de contribuir para que nossas jogadoras se destaquem cada vez mais e continuem conquistando títulos para o futebol brasileiro, cheguei à conclusão de que devemos entrar todos nesta torcida. Que tal se no próximo jogo, você vestir sua camisa do Brasil e torcer pela conquista do primeiro título mundial da equipe feminina?



Vanessa Moraes é jornalista e Influencer digital

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!