Colunas

Singela homenagem à professora dona Eunicyr Sathler.


Por Joel Arruda de Avellar Júnior

Estou a dias pensando em como homenagear essa pessoa que tanto prezo. Ainda me pego pensando nela e não deveria, pois ela era uma representação de um monstro chamado português. O monstro vivo, que via diariamente nos meus 10, 11 e 12 anos….

Mas antes eu preciso deixar o homem adulto que sou em segundo plano e recordar o início de tudo; eu preciso trazer de volta, aquele pequeno e inseguro Joel, no ano de 1992…

Esta homenagem a quem me ajudou a conseguir a conquistar meus objetivos. Algumas dezenas de professores passaram pela minha vida, todas com sua importância, porém sem o mesmo significado ou seria o medo diferente?

Professora Eunicyr, eu não sei se você sabe que sofria de pânico com sua presença na sala de aula. Eu também não sei se você sabe que eu sofria com ataques de pânico ao ter de enfrentar as regras clássicas da língua portuguesa, riquíssimas, porém tão difíceis para mim naquela época.

Felizmente para mim tudo passou e eu me superei.

E hoje eu quero te homenagear como um vencedor e ao mesmo tempo como uma criança que foi exposta aos desafios, que a senhora me impôs, porque sabia que a vida faria o mesmo!

E tempos depois eu descobri que a senhora não transmitia apenas conhecimento, a senhora ia além, nos transformava em seres capacitados a resistir a pressão da vida social, das regras e normas de trabalho e desafios do plano familiar, que anos mais tarde criaríamos.

Agradeço aos momentos de cobrança, que a senhora me exigiu, como excelente mecanismo de pressão que me transformou de menino em homem; e de um pedaço de carvão em um diamante de boa quilatagem.

Tenho satisfação de ser o diamante que sou e só tenho a agradecer sua didática, seu empenho em passar seus conhecimentos, suas palavras e orientações; e o seu êxito em poder formar centenas, quem sabe, talvez, milhares de crianças e alunos em seres úteis à sociedade, ao longo de sua trajetória profissional.

E mais uma vez, só me cabe o reconhecimento e os meus aplausos, muitos aplausos, diante da sua tarefa de cobrar de mim, sabiamente, o meu melhor; somente uma mestra na arte de lecionar poderia ter descoberto em mim essa capacidade.

Se houver algum erro de português neste texto, perdoe-me, afinal de contas fui seu aluno por 3 anos apenas…

Poderia ser por uma vida toda!

“E para encerrar digo, que nao existe nenhum professor com seu desempenho e sua paixao pela licenciatura, infelizmente pois precisamos de mais pessoas como voce.

Pois Dona Eunicyr, mesmo que indiretamente, ultrapassou seus alunos, pois afinal de contas, parte dessa influência atinge positivamente meu bem mais precioso que é minha filha.

32 Comentários

    • profºjoão bosco de oliveira calmeto 08:02

      Tive o previlégio de trabalhar com ela no colégio João XXIII, fica aqui também a minha homenagem .

      • Aline Finco 19:47

        Tive o privilégio de te la como minha professora no Colegio João XXIII EM VR . UMA PROFESSORA DE EXCELÊNCIA QUE SEMPRE TIROU O NOSSO MELHOR …eram aulas que ficava tensa , confesso.. mas no final de cada uma me sentia vencedora por conseguir acompanhar seus ensinos..
        A Senhora nos preparou para vida!! Através da disciplina e dedicação!! Meu muito obrigada!!

      • Daniele 23:03

        Fui aluna da professora no 2°ano ,já fazem 20 anos isso é ainda me lembro do primeiro dia que ela entrou na sala e me perguntou algo que não lembrava ,fiquei nervosa e comecei a chorar , essa professora é maravilhosa e muito brava kkkk

        • Lysandra 18:09

          Excelente homenagem. A professora Eunicyr é e sempre será importantissima na minha vida. Brava sim, mas a única que minha turma fez festa de aniversário surpresa, a única que abriu as portas da casa dela final de ano para a confraternização da turma, uma pessoa marcante, que conquistou o respeito dos alunos por mostrar que tem hora para estudar e hora para diversão, ou seja, responsabilidade e respeito, valores perdidos infelizmente pelas gerações mais jovens.

    • Giany Nogueira de Abreu 09:13

      Que linda homenagem! Foi minha professora em 1981.

      • Juciana Batalha 22:07

        Emocionada com essa.homenagem. Foi minha professora no Col. João XXXIII. Nos ensinava além do Português. Aprendi até a escolher laranja, que olho de copaíba era um ótimo cicratizante, nada melhor que água gelada pra acordar o corpo pela manhã, que não retirar o picote da folha do caderno era falta de educação, conjugações rotineiras dos tempos verbais aleatórios, etc.
        Parabéns fez grandes alunos!

        • Juciana Batalha 22:09

          Corrigindo João XXIII*

          • Andréia Costa 07:36

            Tive o privilégio de estudar com a Professora Eunicyr, apesar da rígida disciplina exigida eu aguardava ansiosa por suas aulas, pois foi em meio as orações subordinadas, sujeitos, verbos transitivos e intransitivos e o querido livro de verbos que descobri minha paixão pela língua portuguesa.
            Deixo aqui o meu agradecimento.

    • Esther Tavares 12:20

      Nossa!!!! Aprendi muito com ela. Estudei colégio João XXIII em 1978. Não dá pra esquecer dela.

    • Alexandre Almeida 21:23

      Eu não tive o privilégio de estudar com ela, mas Deus sabe de todas as coisas e me colocou na vida dela, toda quinta-feira na nossa Célula da Igreja Metodista do Retiro, eu amo a Vó Eunicyr

      • Nelson 21:24

        Caramba! Estudei com ela em 1978 no João XXIII. Eu tbm, com meus 13 anos tinha Pânico dela, com aqueles grandes olhos azuis kkkk. Mas foi graças à ela que até hj eu tenho todas as preposições na ponta da língua. Obrigado professora Eunicyr!

    • Marcia Maia 09:19

      Nossa!!!
      Tbem estudei c ela no Colegio Joao XXIII
      Confesso q tremia na base,nas aulas dela
      Mas Não posso esquecer de ressaltar
      Quão grande Professora foi
      Parabens p ela
      Esta nova geraçao precisa de Professores
      Assim!!!

      • Celia 06:21

        Hoje posso dizer que saudades rsrs ..mas confesso que a vontade de matar todas as aulas eram sempre kkk. Era um medo , um respeito , pois tinha mto. Obrigada por tudo, vencemos ….

        • Cláudia Oliveira Fraga 22:13

          Sou grata por tudo professora , há 38 anos tive o prazer de ser sua aluna, penso na senhora todas às vzs qdo escrevo maisena com “s”, o none da minha amiga de sala era Keli , e ela dizia que Keli com “i” não era nome de pessoa pois estava errado gramaticamente teria que ser com Y no final . Nos dias de hoje minha amiga sofreria bullying, kkk . Quando redijo um texto ou faço um resumo qualquer, vem de imediato na memória, a senhora representa um marco na minha existência. Gratidão.

    • Bruno Pinheiro 15:16

      Tive o prazer de estudar com ela em 1997, hoje ainda a tenho por perto, pois meu melhor amigo, um irmão mesmo e neto dela. Lembro de uma frase que ela dizia:
      Errar é humano mais permanecer no erro é para os reprobuz indesejáveis. Ou seja permanecer no erro é burrice..
      Obrigado professora Eunicir.

    • Rafael Lima 22:17

      Fui aluno da Professora Eunicir, que dizia não gostar do som do “i”. Que tinha o cartão CREDELEVE (Creem, Deem, Veem, Leem). Que desistiu de fumar quando percebeu que estava “queimando dinheiro”. Que vendia bolinho de aipim com queijo e milho verde. Professora Eunicir desfilava pela sala, ensino a Lingua Portuguesa e a viver. Professora, quando terminei de escrever meu primeiro livro, lembrei-me da senhora agradecido!

    • Thaís Salles 22:37

      Estudei com ela no João XXIII, excelente professora, muito rigorosa, o que me dava pânico das suas aulas, mas lecionava com paixão.

    • Flavia Terra 15:56

      Saudades e gratidão são os sentimentos que melhor definem o que sinto.

      • Fernanda Costa Silva 23:39

        Estudei com ela no João XXIII, professora excelente!
        Sinto muito orgulho por ter sido sua aluna, me lembro das provas orais onde eu entrava em pânico rsrs no entanto foram as provas que mais me marcaram, pois tínhamos duas opções: estudar ou estudar, afinal quem queria passar vergonha na frente da turma toda??? E com isso ganhava não apenas a nota, mas, também ganhei conhecimento pra minha vida toda!!! Muito obrigada professora Eunicyr Sathler!!!

        • Penha varella 07:14

          Minha doce professora, elegante, altiva … entrava na sala somente com a bolsa tiracolo e 2 livros. Era militar eu pensava, segura no ensinar. Era particular a amizade que tínhamos. Ela me ensinou ate como usar desodorante corretamente, eu tinha 16 anos quando estudei no JB com ela isso em 74/76. Depois que sai do colégio ela sempre ia no meu servico e conversávamos Muito, nessa época ela morou proximo ao meu trabalho. Me sentia lisonjeada por ela me procurar pra conversarmos. Saudades e sinto ate seu perfume minha mestra. Obrigado por tudo que me ensinou na vida.

      • MÁRCIO DUTRA 08:05

        Fui aluno dela no Colégio João XXIII em 1988, na antiga sétima série. Parece que todo o conteúdo de Língua Portuguesa estudei naquele ano. Nunca mais esqueci das regras do Sujeito Indeterminado, do Índice de Indeterminação do Sujeito, dentre os mais variados conteúdos… e a prova oral de verbos no imperativo???? canta tu, cante você, cantemos nós, cantai vós, cantem vocês…. Jamais esquecerei desta ilustre Professora.

    • Viviane Macedo 18:05

      Também tive a honra de ser sua aluna entre os anos de 87 a 91. Aprendi muito e apesar do temor, adquiri também o interesse pelo português. Grata por cada lição. Fica aqui minha homenagem. Saudades…

    • Eldemar 21:11

      Me deu aula na década de 80 excelente professora

    • Lidiane Botelho 21:17

      Pessoa maravilhosa, tanto como professora, quanto como ser humano!
      As lições dela, guardo para a vida toda! Tudo o que eu sei, devo à ela. São flashes que vem na mente, daquele furacão entrando em sala de aula, com aqueles olhos azuis arregalados.
      Parabéns pela iniciativa, pela homenagem! Ela merece muito…

    • Patrícia 21:49

      Também fui aluna da Eunicyr e ela marcou profundamente minha vida. Me lembro que ela escrevia uns pensamentos ao início de cada aula, e hoje com a maturidade vejo a importância de suas aulas.

    • Welinton Antônio costa 00:11

      A melhor professora…Colégio João XXIII…87/88…fiz muita raiva nessa Sra…mas me orgulho por ter sido seu aluno…quem me dera ter seguido seus conselhos,naquela época, mas graças a Deus venci…e aproveitei muito dos seus ensinamentos…Parabéns

    • Cláudia Simone 01:19

      Grande professora!
      Todos tínhamos medo mas aprendemos muito com ela!
      Excelente profissional e boníssima pessoa!
      Me encontrava com ela em alguns eventos e a cumprimentava: Boa noite, professora!
      Sua resposta: Aqui sou a Eunycir, mas no colégio, esqueça que eu estava aqui!
      Rsrsrsrs.
      Figura!
      Fui algumas vezes visitá-la em casa e levei minha filha pra que se conhecessem, qual não foi minha surpresa ela pedir que buscassem um caderno. Era esse que no qual eu coisa pra ela as aulas dadas na turma da minha série aquele ano e fez comentários de mim pra minha filha.
      Me senti muito orgulhosa! Ela marcou nossa geração, mas também deixamos boas lembranças pra ela!
      Ela lembrava de tudo e de todos!
      Ser humano como poucos!
      Gratidão, gratidão, gratidão!

      • Alessandra Breder 13:48

        Eu me lembro dela, olhos azuis como os da minha avó, Sathler como ela! Aprendi muito!

    • Nelsina Braga de Avelar 16:55

      Linda homenagem meu filho. Que bom você hoje um homem formado reconhecer este previlegio de ter sido aluno de Enicyr.

    • Lissane Helida 23:00

      Grande mestra.
      Referência pra mim.
      Saudades…Bons tempos.

    • maria patricia 22:22

      me emocionei com essa homenagem,para sempre em meu coraçao.

    • Sandra Miranda 18:35

      Merecida homenagem! Fui sua aluna no João XXIII em 84! Lembro-me com carinho suas mensagens a cada início de aula. Apesar do seu rigor em sala, com professora Eunicyr despertou em mim um grande amor pela leitura e pela língua portuguesa. Guardei por longos anos meus cadernos por serem fonte de pesquisa pra mim, devido a riqueza do conteúdo que ela nos ensinava. Fico muito feliz em saber desta homenagem. Parabéns, professora! E obrigada por tudo!

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!