Destaque 1 Volta Redonda

Volta Redonda têm novas flexibilizações; confira o acordo com MP




A Prefeitura de Volta Redonda fechou acordo judicial com o Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ) e anunciou, além da desmobilização do Hospital de Campanha, que se encontra sem pacientes, uma série de outras medidas de flexibilização. O prefeito Samuca Silva explicou que os termos do acordo de flexibilização já foram ajustados e ele aguarda somente a homologação judicial para que as medidas entrem em vigor.

Quanto ao Hospital de Campanha, Samuca explicou que ele faz parte do acordo judicial que permite o funcionamento das atividades econômicas na cidade, por isso foi preciso substituir a ocupação de seus leitos de enfermaria por outro indicador, que será ligado aos leitos do setor público na cidade. A prefeitura está negociando com o MPRJ o percentual a ser estabelecido como meta, e tão logo um consenso seja atingido, o acordo será assinado e o Hospital de Campanha – que passou por um princípio de incêndio causado por curto-circuito nesta quinta (17) será desmobilizado.

As novas medidas de flexibilização são as seguintes:

Campos de futebol – As atividades vão retornar com a condição de que bares próximos aos campos fechem uma hora antes dos jogos e só reabram uma hora depois.

Feiras livres – Vão retornar aos locais e dias de antes da pandemia, mantidas as medidas preventivas e proibido o uso de provadores de roupas.

Clubes – As atividades vão retornar, com as devidas medidas de segurança e regras restritivas.

Zoológico Municipal e Parque Natural Municipal – Serão reabertos ao público para visitação com agendamento prévio e limite de 40 pessoas na parte da manhã e 40 na parte da tarde em cada estabelecimento.

Salões de festas e escolas particulares – Haverá uma audiência com o MPRJ na quarta-feira para discutir as medidas de segurança que permitirão a reabertura dos salões e a retomada das aulas nas escolas particulares.

Escolas públicas – Ficarão fechadas até o fim de 2020. Haverá discussões com uma força-tarefa multidisciplinar para que seja possível reabrir em fevereiro do ano que vem.


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!