Volta Redonda

Com materiais apreendidos de ambulantes, VR faz doação às entidades


Os materiais apreendidos pela Guarda Municipal e fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda têm um destino certo: entidades de caridades de Volta Redonda. As operações sempre causam polêmica nas ruas da cidade. Muitos são contras a ação da prefeitura.

Porém, o governo alega que está cumprindo a lei, coibindo o comércio ambulante ilegal. As ações são realizadas nos principais centros comerciais do município ou guiadas por denúncias de contribuintes.

De acordo com o secretário de Fazenda, Fabiano Vieira, as equipes estão nas ruas pela manhã e à tarde abordando ambulantes sem alvará. “É uma questão de ordem pública. Esse tipo de comércio causa obstrução nas vias ou no passeio público”, afirmou.

Os produtos que ficam sob custódia da prefeitura são doados a entidades beneficentes de Volta Redonda, passado o prazo para reclamação pelo dono. Nesta semana, por exemplo, na terça-feira, dia 08, uma doação de lichia foi feita para o Instituto de Longa Permanência João Miguel da Silva, no bairro Dom Bosco.

Nesta quarta-feira, dia 09, os beneficiados foram os assistidos pelo Grupo Vhi-Ver, que atende hoje 11 portadores do vírus HIV.

10 Comentários

    • Jaqueline 00:03

      Eu acho um absurdo essa apreensão. Tem coisas mais importantes para o governo tomar providencias. E não tirar do trabalhador que só quer uma oportunidade de ganhar seu dinheiro HONESTAMENTE. Ao invés de ficar se preocupando com trabalhadores deveriam diminuir a criminalidade. Isso sim.

    • Maria Caroline 10:54

      Acho uma absurdo, enquanto fazem isso muitos roubam por aí, entram em casas e fazem reféns… Aos ai vocês estão preocupados em apreender ambulantes que estão nas calçadas da cidade vendendo seus produtos, mesmo que seja sem alvará… Da uma oportunidade para eles tirarem sem muita burocracia ao invés de apreender e doar para entidades … Pq nem a própria prefeitura que deveria fazer isso faz..
      #Este e o País que temos, porque as pessoas só pensam em si mesma.
      #VERGONHAA

    • Tolerância Zero 11:09

      Pois o rapaz que vendia os morangos, está desempregado. Ele fez empréstimo na conta de terceiros para comprar os morangos e revender.
      Ele ficou endividado e sem sustento..

    • Vida 12:08

      Pois é tirar os ônibus Velho de circulação e por ônibus novo c ar condicionado pq Wifi dos nos temos um calor danado ônibus super cheios e velhos isso sim e uma falta de respeito c os contribuintes q anda c seus impostos em dia

    • Luiz 15:17

      E o bar do Xuxa na Voldac que coloca uma churasqueira na calçada . Ninguém toma providências. Talvez comam uma costela cheia de poeira degraça .

    • Zé Carlos 16:06

      Tirar dezenas de flanelinhas mal encarados e que nem são daqui da praça brasil ninguém tira né. Absurdo isso.

    • O povo 16:08

      Fazer caridade em cima do prejuízo e da desgraça alheia é nojento.

    • ELEITOR 16:21

      SAMUCA NUCA MAIS.
      Tô fora dese prefeito que não se preocupa com os problemas sociais dos moradores, que tira de um pobre pra fazer o nome com as entidades que tem incentivo fiscal.

    • Denefrido 17:48

      Ontem assaltaram e levaram a vítima no seu próprio carro alí na rua 41 na vila, na altura do Centro Médico Santa Cecília. Ela teve sorte de a abandonarem perto da rodoviária. Ela quando foi entrar no carro foi rendida. Certamente pensou que eram flanelinhas. A prefeitura precisa cadastrar esse povo. Muitos devem ser foragidos da justiça ou do sistema prisional.

    • Don Roger dos Prazeres 07:46

      Chega a dar vergonha em ver uma notícia dessa, ao invés de sair a guarda municipal para apreenderem os produtos, porque não sai fiscal para regularizar a situação dos ambulantes? Fazer covardia com o trabalhador parece a alternativa mais fácil.
      Tomem juízo, governo tem prover e valorizar o trabalho, não cometer injustiças.

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!