Colunas Rompendo Limites

Você tem autoridade para ligar na terra o que estiver ligado no céu
Por Joel Pereira (*)


Isaías 6: 1-7

Depois que o rei Uzias morreu, acabaram todas as expectativas de livramento, o povo estava condenado por seu pecado. Isaías era amigo do rei, e essa experiência de perda, de tristeza, de choro levou o profeta a ter uma experiência sobrenatural com Deus. Da mesma maneira, as nossas bases naturais têm que morrer para termos uma experiência de dependência do Senhor. Às vezes, o sofrimento nos leva a estar mais perto de Deus, mas é preciso tomar cuidado para não estarmos apenas diante Dele quando passamos por lutas.

Imagine alguém que se comunicou um longo tempo por correspondência, carta, bate-papo, foto e resolveu se casar, mas só se encontraram e se conheceram no dia do casamento. Vai ter muita gente assim no dia da volta de Cristo, o dia do casamento, vão ver a glória de Deus pela primeira vez. Talvez, até hoje você só conhece Deus de ouvir falar.

Precisamos ver o que o mundo não vê, e o primeiro sinal de que contemplo a Deus é quando percebo a minha condição. Quanto mais eu me aproximo de Deus, mais eu vejo o quanto preciso Dele, mais eu vejo minha condição de pecador. A glória de Deus me constrange!

Alguns acham que não podemos andar em comunhão com o Senhor devido ao lugar que trabalha ou por causa da família que pertence, mas se pegarmos o exemplo de Isaías, que mesmo no meio de um povo pecador pode contemplar a Deus, então você também pode.

Em João 1:14 diz que todos podem ver a glória de Jesus como a do Pai. Em Jesus temos o perdão de nossos pecados, quando chegamos ao trono de Deus somos perdoados. O profeta foi purificado para realizar a obra que tinha pela frente, sua iniquidade foi tirada e o pecado perdoado.

Com você também pode ser assim, mas precisa ter a certeza do perdão e que a sua vida foi purificada. Para que o Senhor possa te usar é preciso que veja a Deus, pois aquele que vê, fala sobre muitos livramentos que o Senhor deu e tem dado, além da glória futura que nos aguarda.

 

Quem um dia teve uma experiência com Deus nunca mais será o mesmo!

 

“As nossas bases naturais têm que morrer para termos uma experiência de dependência de Deus”

Isaías 6: 1-7 “1-No ano em que o rei Uzias morreu, eu vi o Senhor assentado num trono alto e exaltado, e a aba de sua veste enchia o templo. 2- Acima dele estavam serafins; cada um deles tinha seis asas: com duas cobriam o rosto, com duas cobriam os pés, e com duas voavam. 3 – E proclamavam uns aos outros: “Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos, a terra inteira está cheia da sua glória”. 4 -Ao som das suas vozes os batentes das portas tremeram, e o templo ficou cheio de fumaça. 5 – Então gritei: Ai de mim! Estou perdido! Pois sou um homem de lábios impuros e vivo no meio de um povo de lábios impuros; e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!” 6- Então um dos serafins voou até mim trazendo uma brasa viva, que havia tirado do altar com uma tenaz. 7 – Com ela tocou a minha boca e disse: “Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida, e o seu pecado será perdoado”.

 

 

(*) Joel Pereira é apóstolo. Fundador da Projeto Vida, é bacharel em Teologia e pós-graduado em Teologia Urbana pela UNIFIL.

 

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!