Destaque 1

Treinamento é feito em VR para abordagem de moradores de rua




A Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), através do Departamento de Proteção Social Especial (Dpes), realizou na manhã desta segunda-feira (24), no auditório da secretaria, uma capacitação das forças de segurança que atuam em Volta Redonda na abordagem para pessoas em situação de rua.

Participaram do treinamento agentes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. O objetivo foi prepara-los sobre como proceder no atendimento à população em situação de rua, os direitos dessas pessoas e apresentá-los à rede de assistência do município.

A assistente social e coordenadora do Serviço Especializado em Abordagem Social da Smac, Joveline Batista Tomás, ressaltou que essa parceria é muito importante e servirá para adoção de novas estratégias de abordagem.

“A abordagem da segurança pública é diferente e acontece em outros momentos. Mas, caso eles venham a atender alguma pessoa em situação de rua, poderão direcionar para os nossos serviços, fazer contato conosco, pois saberão como o fluxo de atendimento acontece e quais os serviços ofertados na rede de assistência do município”, explicou Joveline.

Volta Redonda conta com o Centro Pop, o Serviço de Abordagem, Abrigo Municipal Seu Nadim, a parceria com o abrigo SOS, além de oferecer passagem para que o migrante volte para a sua cidade de origem.

Para o comandante interino da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), Silvano de Paula, a capacitação vai ajudar muito os agentes durante a abordagem. “Sabemos que se trata de pessoas vulneráveis e que o tratamento tem de ser diferenciado”, frisou Silvano.

O secretário municipal de Ordem Pública (Semop), tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, também falou sobre a importância do treinamento na execução do trabalho.

“O governo municipal entendeu a necessidade de capacitar os agentes de segurança que estão à frente da abordagem à população em situação de rua. Com isso, eles terão uma qualificação maior e farão o atendimento mais humanitário, podendo direcionar as necessidades e estreitar o contato com a Smac”, disse Luiz Henrique.

Fotos: Geraldo Gonçalves – Secom VR


Deixe seu comentário

error: Content is protected !!
close